DSCF0233-001 - Cópia - Cópia

Voltávamos de Porto Ferreira-SP, onde fui alegrar meus olhos e minhas mãos por entre as louças desta conhecida cidade da cerâmica ( eu só soube agora ). Curiosidade minha e muita disposição e oferecimento do marido, que adora criar oportunidades de manejar o carro. Casei com um caminhoneiro bom de roda, descobri há muito.

A viagem pela estrada transcorria tranquila, apesar de todos os “domingueiros” aparentemente terem colocado os carros na estrada com o satânico propósito de exercitar nossa paciência e atenção, o que servirá, no mínimo, para me relembrar no futuro que feriados, melhor passá-los em casa. A chance da gente não retornar é muito grande, sério!!! Só com reza, anjos da guarda bem despertos e sorte. Sempre rezamos de mãos dadas um pai-nosso e uma ave-maria quando começamos uma viagem.

A música distraía a impaciência do chegar logo em casa. A seleção eclética e randômica deslizava de um ouvido ao outro, ora nos convidando à acompanhamentos melodiosos, ora nos fazendo sacudir o esqueleto.

Na divisa entre Roseira e Nossa Senhora Aparecida aconteceu algo incrível. Tocava um hit qualquer do momento, não lembro qual, distraída que estava batucando as mãos no colo e na porta do carro, quando li em voz alta a placa que surgiu na estrada ( mania minha): “Aparecida!” Ato contínuo, começou a tocar no rádio a linda Ave Maria na voz do Andrea Bocelli, nos transportando imediatamente para um outro estado de alma. Kadado me olhou com olhos arregalados e disse: “olha isso, a música”. Olhamos para o lado esquerdo e lá estava a Basílica, gorda, dourada de sol, nos olhando. Certos de que não existe coincidência na vida e sim muita sincronicidade e alguns misterinhos extras, seguimos calados, muito tocados com o acontecido. E com a certeza de que um anjo viajava com a gente. Talvez ele tenha escolhido a música para nos lembrar da sua presença viva entre nós, tenha passado para nos envolver brevemente com o hálito fresco do seu amor ou apenas para nos avivar  a lembrança de que Nossa Senhora nos ama e nos guarda onde estivermos.

A música seguinte, com Diana Ross e Marvin Gaye insistia dizendo: Pare, olhe, escute seu coração, ouça o que ele está dizendo………………………………………………………………..Amor.

 

Anúncios