1-Clube dos Gaúchos-Rio-003

Está chegando. Dia 2 de agosto, cinco anos sem Leo. 

Minha tristeza envelhece, amarela. Ganha um tom sépia, bonito. Talvez nunca tenha sido tristeza. Apenas isto.

Dizem que o rosto da pessoa que parte desbota com o passar do tempo. Hoje nem com isso posso contar. Tenho tantos registros: fotos, vídeos. Eles avivam, acendem minha memória e com ela a minha saudade, sempre bem atrelada. É bom, e um tantinho ruim.

Minha melancolia envelhece. Anda na frente, mais rápido que eu. Olho suas costas e me alegro que caminhe com passos tão largos.

A dor da separação não se renovou no milagre de estar bem viva. Ela me encontra, me beija e parte. Pena que tem gente que gosta deste beijo e não a deixa ir embora.

A poesia, penso, pode ser  o verdadeiro dicionário das dores obscuras.

( ver tb: Dictionary of Obscure Sorrows– John Koenig )

1-IMG_0035 (3)

Anúncios