e Richard Edward or Emil Miller (American artist, 1875-1943) The Pool 1910

Ando vazia de palavras.

Deixa-me ver. Estou sentada na frente da tela enquanto o dia febril se veste de calor e de luz, que cansa a vista de tão fora de época. O verão adentra o outono sem vergonha ou desculpa. Eu encolho de tamanho, de repertório, de modo de sentir. Me preservo, me defendo como posso, mesmo sem saber como. Mas o caminho que o corpo encontra é este. Economizando pensares, palavras. Me encolho na cama, no ar condicionado buscando ser feto que congela o nascer. Que espera. Delibera. Azulesce. Brinca de morto no útero do tempo.

Ando vazia de palavras. Por isto sentei aqui. Para ver se ainda existo. Para ver se vaza alguma palavra com sentido e capaz de explicar este lago gelado de águas paradas em que ando mergulhada. Apesar de todo o calor. Apesar.

Ando vazia.

Azulescendo.

Anúncios