IMG-20140701-WA0003Os bichos aqui em casa são assim. Mary Lu, ex-galinha de macumba, atual candidata ao Spa Maria Bonita pelo avantajado volume de suas novas formas, não resiste ao cd com música de viola acompanhada de pássaros que comprei. A bichinha vai se achegando, devagar, toda vez que eu o ponho pra tocar, em especial na faixa 10, quando a participação de um galo vigoroso e bom de goela ressoa pelo quintal. Desconfio que Mary Lu está apaixonada pelo galo do CD e muito, muito solitária, a pobre. Dá dó de ver a cena. Acende em mim um pensamento insano de arranjar sarna pra me coçar, quer dizer, um marido pra coçar a Mary.20140629_10494520140629_10500320140629_105024 (1)20140629_10505120140629_10505620140629_10511920140629_105130

Ming Yu, nossa filha cadela, continua praticante ferrenha da medicina chinesa, como a raça e o nome  de olhos puxadinhos sugere. Diariamente- e faz isto há uns seis anos, desde que chegou na nossa vida- ela repete o ritual zen de massagem energizante dos seus chakras. Põe-se a roçar suavemente o lombo debaixo de ramos de plantas nos vasos, num vem e vai lento, totalmente concentrada . Repete algumas vezes sua dança ritualística, chegando a executá-la mais de uma vez ao dia. Agora, com o cd Music for Pets , ela parece que finalmente converteu-se de vez ao Budismo Tibetano, pois suas práticas aumentaram visivelmente nos últimos dias.

20140630_13440420140630_13440620140630_13441220140630_13441920140630_134356 Os bichos aqui em casa são assim. Não me surpreenderei se chegar em casa dia desses e encontrar o gato Nelsinho fumando cachimbo ou meditativo a vivenciar danças circulares sagradas com eles.  

20140510_090142

 

Desconfio agora que Mary tenha poderes. E deles já estou usufruindo desde o jogo Brasil X Chile. A turma toda num sofrimento danado. Era Martha roendo unha, Renata se escabelando, Bianca recebendo mãe Diná, invocando Pe. Quevedo para exorcizar os maus passes das pernas dos jogadores brasileiros, Sérgio, Kadado e Eduardo a exclamar impropérios e a gritar comandos com táticas infalíveis que nos levariam rapidamente à vitória. (Só Christina permanecia languidamente estirada no sofá a despejar sorrisos e frases de efeito ). O bacalhau a assar na grelha, atiçando as vontades de que se decidisse a partida o mais rápido  possível. E dá-lhe agonia sem fim.

Num gesto desesperado ( precisava fazer alguma coisa) despenquei para o quintal, acompanhada pelos olhos brilhantes de Luana. Escrevi o nome das seleções em papeis iguais. Neles coloquei a mesma quantidade de ração de postura. E decretei: ganhará o jogo,o país no qual Mary Lu chegar primeiro pra comer a ração. Mary escolheu o Brasil sob nossos aplausos e pulos de alegria. Vibramos e reforçamos nossas esperanças.

Deu no que todo mundo sabe que deu. BRASIL, il, il.

No fim, um brinde ao Brasil, ao bacalhau, aos amigos e à galinha profetisa.

É, aqui em casa os bichos são assim.

IMG-20140701-WA0002

 

Anúncios