Eu quero erros novos .

Chega dos mesmos erros !

Quero tentar diferente .

Quero ERRAR diferente.

Assumir novas posturas, experimentar novos

caminhos,

andar na contramão da rotina,se preciso ,

só pelo prazer da colisão dos

meus  neurônios.

Quero bagunçar um pouco meu coreto.

Ser  menos  crítica  de  mim  e  mais

generosa comigo mesma.

Me darei o direito de alojar uma nova

Tattoo no meu corpo , sem culpa, nem medo

de transgredir.

Não escolho ferir ninguém. Não o faço.

Abomino esta prática.

Se o fiz, não o desejei, não o planejei.

Troquei a cor do esmalte esta semana…

finalmente descobri a MINHA cor de unha!

Me reconheci na mão de uma amiga e

tomei posse da cor berinjela para mim  .

( pelo menos pelos  próximos 30 dias)

Experimentei andar sem maquiagem…ok,

odiei !!!( nem cheguei de carro, na esquina! )

Tomei banho ao contrário…começando pelo

pé.

Escutei música diferente das costumeiras.

Sugeri experimentar um outro restaurante .

Testei um novo prato.

O filme A FESTA DE BABETTE – recomendo

Parei de puxar a pele do lábio.  ( agora vou ter

que levar adiante… muitos olhos vão me

seguir)

Sacudi boa parte da culpa católica dos meus

ombros.

Estou mais levinha…mais macia.

Quero envelhecer dessa forma.

Não dessa !!!

( asilo dos super heróis )

Quero a mola do prazer, do novo.

Do prazer de mergulhar fundo dentro de mim

e descobrir novidades no baú do meu DNA e

da minha essência.



Aprender um novo passo de dança,

uma língua nova. ( O  sânscrito está sendo

muito difícil … vou mudar.)

Conversei com pessoas diferentes, bem

de fora do meu círculo seguro e confortável.

Catei maracujá do chão do vizinho.

Recolhi vagem de árvore pra plantar em casa.

Inovei e andei de ré na varanda . ( não

exatamente o Moon Walk)

Tenho lido literatura diferenciada.

Provei o tal de Açaí.( descobri que posso muito

bem viver sem ele! )

Quero amar as pessoas e tentar não

pré-julgá- las sem as conhecer , nem

julgá-las depois disso feito.


Quero poder amá-las do jeito que são ! Com o

calhamaço de defeitos chatos, de manias,

de atitudes estranhas, de torpezas, mas,

principalmente, amá-las pela sua inerente

e inalienável capacidade de serem

maravilhosas à sua maneira.


Eis o que quero para mim !

Este NOVO OLHAR!

Este NOVO  PERCORRER…

ERROS NOVOS !


Eu ESCOLHO  isto pra mim !!!

Assim seja !

A astróloga Márcia Mattos diz que devemos

nos reciclar a cada sete anos…tomar um

novo fôlego.

Claro que ela fala de grandes mudanças, de

guinadas mais radicais, principalmente nos

relacionamentos .Isto explica, concluo, a

famosa crise dos sete anos.

(O Planeta Urano- o mestre
das rupturas e das renovações, atravessa cada signo em 7 anos, pra quem gosta do assunto)

Eu ?  Bem, eu  estou em reciclagem

constante…

separando dentro de mim o Lixo Reciclável do

Lixo-Lixo.

Tentando me reinventar day- after- day.

Quero continuar brincando de ser NOVA

a cada dia.

Brindar às novas descobertas dentro de

mim mesma.

Emocionar-me com o florescer do outro.

Preciso seguir MUTANTE , dentro da minha

ilha  do auto-conhecimento.

Me desafiar, aceitando o medo que vem

preso na corrente do desafio …

A vida PULSA.

A vida espera o melhor de mim.

Mais do que ser feliz…PRECISO MUITO

DA FELICIDADE DOS QUE ME RODEIAM.

Escolhi esta meta para minha vida.

Que Deus me ajude nesta lição de casa!

Anúncios