Do livro Anjo Desgarrado , extraio o poema  Pingente Barroco , que brotou inspirado em Leonardo , nosso filho especial , um verdadeiro anjo barroco.

No   anjo , rubi por coração,  miojo por cabelo
Os olhos galhofeiros … um azul marinho detém
No sorriso- brilhantes navete- dentro da boca  de coral …   um caramelo
Mas a espada, ah… esta é de  papel alumínio…pra não machucar ninguém
Um querubim rústico de coração papel  manteiga
As barrocas banhas, armadura deliciosa , toucinho do céu do cruzeiro
Brilham faceiras ,qual metal cor da pele… derretem-se ao meu olhar- fogareiro
Doce Leo de algodão doce
Uma nuvem rosada e risonha no céu de brigadeiro
Com rosto de gota e braços de dilúvio
Encharca as madeiras de Noé com o xixi do seu dragão
Um safado, um brincalhão
Baila anjo bailarino
Marionete do divino
Dança nu sua   ópera- bufa …ri da gente  profano menino
Nas teclas das fases da lua
Qual pingente pendendo o destino.
Anúncios